Teca

Fundamental é amar/amar e viver/amar é viver/abrir-se ao outro/seja pássaro,flor ou gente! Ah vida..

Textos


                      Da dor... (ou alzheimer)

Quero partilhar a profunda dor de ver um ente querido e próximo, se debatendo na penumbra da
dor do alzheimer. Minha querida tia, uma mulher 
valente, guerreira, generosa e livre, hoje prisoneira
deste mal terrivel que age nas sombras...
Tia, sei que nada se perde, de alguma forma 
de algum modo quero que sintas meu amor...
Uno este meu sofrer ao sofrer de todos que lutam contra este mal sombrio...
                             Da dor

       Existe a dor,
    A dor da qual não se fala,
    Não se chora,
    A dor que fundo cala,
    E que à própria dor espanta.
    A dor tecida no abandono
    Chegada na penumbra do outono...
    Outono frio da vida,
    Onde até a consciência vai embora...
    Onde se perde tudo, até a memória
    do que se é... No palco da solidão,o abandono
    de si mesmo...
    Às vezes por uma réstia de luz, a saudade 
    entra, quer gritar, mas não sabe...
    Ah... mas, os olhos, estes gritam,clamam
    Libertação...Libertação...
    O carrasco?_Alzheimer!
    Chegado na névoa outonal,
    Traz na bagagem revirada, o medo...
    O medo e a dor, qual poeta descrente
    A chorar a precariedade humana,
    A Névoa outonal...
    _ Na exiguidade do tempo,
     O peso da balança
    È terminal desesperança...
    




 
Teca
Enviado por Teca em 24/05/2009
Alterado em 25/05/2009
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar a autoria de Teca e o site www.recantodasletras). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras