Teca

Fundamental é amar/amar e viver/amar é viver/abrir-se ao outro/seja pássaro,flor ou gente! Ah vida..

Textos


                                       Doce nulidade
Estamos às  vésperas do carnaval no país do samba. 
 E e eu aqui filosofando nessa tarde quente de verão.


 Sabe o que é?Trabalhei duro como todo brasileiro.

Quando posso me dar ao luxo de aproveitar como bem entender meu precioso tempo, as pessoas acham que tem algo errado comigo?

 "Você precisa dar um sentido ao seu viver."
"Está aposentando da vida"? Aínda tem muito a dar...

No começo não me questionei, apressava-me em consolar meus conselheiros.


 Acontece que água mole em pedra dura... Acabei assim, meio sorumbática. Ai meu Deus estarei ficando de miolo mole?    Devo me candidatar ao exército da salvação?


 Amanheci nesse estado de espírito. Pensei, me recolhi e tentei buscar fundo. Eureka!  Emergi com a resposta.


Estou ótima assim, estou amando cultivar as  rosas.
 Amo receber a visita dos netos. Visita, eu disse!

 Cuidar do meu jardim, dos meus animais(uma gata, uma chorrinha, amar o maridão, cobri-lo de mimos...
 Dar um dedinho de prosa com os vizinhos. Ler, ouvir música. E o melhor:__ sem culpa, em estado de graça. Não devo mais nada à patria amada(mas aínda pago impostos)


Posso colocar dois parelhos de roupas na minha mala e: decolar.com!!!  Vivemos numa sociedade de consumo...
 Se não produzo para o mercado, posso ser descartada.  
 Estou preparada pra me lixar, já vi e vivi o bastante...


  Não vou entrar nesse jogo, não mais. E as rosas? As rosas não  contam? E os pássaros? E as coisas simples,as pequenas gentilezas, o tempo para o templo? Não devo cuidar da minha casa interior, tirar o lixo todas as manhãs?


Não contam os pequenos gestos gratuitos?  Aos que se preocupam comigo posso afirmar: estou ótima, leve, livre!

Nunca me senti melhor. Quero apenas ser amada pelo meu valor e não por minha utilidade pública.

Aínda tenho muito a dar. Estou dando, me dando o direito de viver sem horário, bater ponto, jurar fidelidade a essa ideologia capitalista, devoradora de homens.

 Agora mesmo já estou planejando enfiar a cara no mato.
Levo anzóis e rede. Tenho um compromisso comigo.
 Afinal não é esse um sentido para a vida? Lógico, quero levar um som maneiro, livros e por hoje é só.


Peço desculpas, tentei formatar corretamente o  texto
mas saiu assim.Como não estou vendendo só divertindo...



 
Teca
Enviado por Teca em 25/02/2014
Alterado em 04/03/2014
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar a autoria de Teca e o site www.recantodasletras). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras